12 de mai de 2009

Continuação *alienada*

Quando o homem ligou mais uma vez, a garota ficou angustiada e decidiu ligar pra polícia. Ela contou para eles o que estava acontecendo, e o operador disse que da próxima vez que o homem ligasse, a jovem deveria manter ele na linha para que eles pudessem rastrear a ligação. E ela fez exatamente isso. Quando o homem ligou uma quarta vez, ela tentou falar um pouco mais com ele e obter mais informação, mas ele apenas repetiu as palavras de antes. Apenas dessa vez, ele adicionou: "Você checou as crianças?" Absolutamente aterrorizada, ela largou de mão.
Ela estava suvindo as escadas quando o operador da polícia ligou e disse para a jovem deixar a casa imediatamente porque dois policiais estavam esperando-na do lado de fora. Ela sentiu que ela não deveria deixar as crianças sozinhas, mas decidiu seguir as instruções. Finalmente, quando ela chegou do lado de fora da casa os policiais disseram que a ligação que eles rastrearam veio de outra linha telefônica no andar de cima. O homem esteve na casa o tempo inteiro!
**Então ela resolveu subir e ver quem era a pessoa misteriosa. E morrendo de medo ela foi. E Chegando lá, que surpresa! É sua amiga Lynn, mas abduzida por aliens!
E agora o que fazer?! Só há um jeito de se salvar e salvar as crianças, e é 'acordando' a Lynn.
A jovem começou a lembrar os momentos bons que as duas passaram... Lembranças boas, piadas, filmes, risadas, aulas de japonês, e também os momentos mais difíceis, nos quais as duas se ajudaram muito, e para acabar, nháá ><
E os aliens vendo toda a cena, a emoção dos momentos lembrados, resolverem deixar Lynn em paz. Apenas ela não lembrava mais do que acontecera, mas a jovem estava muito feliz :)
E assim tudo se resolveu, e as amigas foram comemorar numa sorveteria! (apesar de Lynn não saber o porquê da comemoração .__.)
The End .-.

PS.: Esse texto é todo em inglês
PS.²: A parte que eu escrevi começa nos **. O resto tinha no livro. o trabalho era completar o texto .__. éh isso, bjos :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário